Lançamento de produtos, arquitetura, engenharia, design, varejo, atacado, informações sobre negócios,

Gerador de Ozônio

 

Com a mudança de comportamento dos consumidores que se importam mais com o meio ambiente e com sua própria saúde, diminuindo a utilização de produtos químicos em alguns processos, as indústrias e demais setores da economia se adaptaram a essa nova realidade e disponibilizam tecnologias sustentáveis, amigáveis ao planeta e seguras para o ser humano. Essa tendência chegou ao mercado de engenharia e construção civil e, hoje, encontram-se projetos imobiliários que utilizam recursos naturais e equipamentos ecologicamente corretos.

O gás de ozônio, que é proveniente da transformação do oxigênio presente na atmosfera, tem sido um aliado dessas novas práticas, especialmente na desinfecção de ambientes e água. O ozônio (O3), inclusive, é um componente capaz de eliminar o novo coronavírus de locais fechados, como foi demonstrado em alguns testes recentes. O O3 tem uma característica importante para o meio ambiente, que é a ausência de resíduos maléficos para a saúde e também para a natureza, além de sua rápida volta ao composto original, que é o oxigênio, sem necessidade de reposição de insumos e manipulação de produtos.

Por conta de sua eficácia na higienização e segurança, atualmente é utilizado como método de limpeza e desinfecção da água de piscinas. Geradores de ozônio como o desenvolvido pela Panozon Ambiental S/A, chamado de “Panozon P+”, estão há anos à disposição das construtoras e administradores de condomínios e clubes, e, hoje, estão em sua 5ª geração, com diversas melhorias tecnológicas.

“Pensando em atender a condomínios, clubes e também piscinas residenciais, nós desenvolvemos o Panozon P+, com tecnologia 100% própria para geração de ozônio. Além de proporcionar uma segurança maior aos usuários, também apresenta características ecologicamente corretas, sustentáveis e mais econômicas. Utilizamos somente o que há em abundância no planeta, que é o oxigênio”, explica Carlos Heise, diretor da empresa.

Ao afirmar que o gerador de ozônio é um equipamento amigável ao meio ambiente, o desenvolvedor explica que isso ocorre porque o produto utiliza moléculas de oxigênio do ambiente e as transforma em ozônio. Quando a água passa pela tubulação, recebe o gás de ozônio e volta à piscina já filtrada e pronta para uso dos banhistas. O gás, por sua vez, não apresenta resíduo químico e nem sequer deixa resquícios na piscina, voltando à sua forma original de oxigênio puro. Não há necessidade de se utilizar refil ou manipular insumos, já que o equipamento utiliza uma tecnologia chamada “efeito corona”, totalmente automática.

“O equipamento representa também um melhor custo-benefício para as construtoras e demais empresas, pois gera uma água de qualidade e não é necessário investir em outros componentes ou processos que necessitam de um

constante reabastecimento. Sem contar a qualidade da água para os moradores, que é incomparável. Combinado de uma manutenção preventiva, o Panozon P+ tem uma vida útil bastante extensa”, esclarece Heise. Mais informações pelo site www.panozon.com.br