Lançamento de produtos, arquitetura, engenharia, design, varejo, atacado, informações sobre negócios,

Pollux lança Smart Packing

Uma solução inteligente para a automação do final de linha. É assim que a Pollux define seu mais novo lançamento, o Smart Packing: produto que consegue se adaptar com facilidade nas linhas já instaladas da indústria e foi desenvolvido dentro de um conceito de eficiência, flexibilidade e conectividade. Uma inovação ideal para as fábricas que desejam se inserir na jornada 4.0.

Para o momento de pandemia, que muitas empresas precisaram se remodelar rapidamente para produzir outro produto – por exemplo, uma cervejaria passou a produzir álcool gel -, ou adaptar suas linhas para um ritmo diferente de produção, o Smart Packing já se revelou um grande aliado. Os módulos do produto são facilmente adaptáveis ao cenário atual de produção daquela indústria.
“Um dos grandes diferenciais do produto é a flexibilidade, porque basicamente depende da programação dos robôs”, explica o engenheiro que atuou no desenvolvimento do produto, Luiz Buzzi.
Segundo Buzzi, a Pollux entendeu uma necessidade do mercado, voltada para finais de linha, orientada por uma tendência de crescimento da robótica no mundo. Existem vários players atuando nesta etapa, mas com máquinas que engessam o processo de final de linha. O Smart Packing surgiu exatamente para ser uma solução flexível de armação, encaixotamento e paletização, inteiramente robotizada.
Para se ter uma ideia da tendência de uso de robôs, uma das informações disponíveis é a densidade de robôs em diferentes países. No Brasil, a densidade é de 10 robôs para cada 100 mil trabalhadores; na Alemanha é de 292; no Japão é de 314; e na Coreia do Sul é de 478. A expectativa de crescimento deste mercado global é de 6,6% ao ano (de 2016 a 2024), mas agora, com a pandemia, a tendência é que esta taxa tenha um aumento.
Por isso, empresas que adotarem soluções que tenham esta tecnologia também vão estar mais bem posicionadas e competitivas no mercado. Segundo um estudo do MIT, a colaboração entre robôs e humanos, torna colaboradores e produção mais eficientes, aumentando em 85% a produtividade.
Todos os módulos do Smart Packing são conectados ao software da Pollux com o objetivo de controlar a produção com maior eficiência e inteligência, já que os dados serão disponibilizados em tempo real e estarão na palma da mão de quem está gerenciando. E dentro do modelo de negócio de comercialização o produto pode ser adquirido integralmente, locado ou ter uma solução híbrida, o que facilita as empresas terem acesso a novidade.
“Com o Smart Packing, nós entregamos uma solução completa de final de linha para o cliente, da solução mecânica a integração com o ERP (sistema de gestão). O que nos permite gerar dados sobre o produto, máquina, operação e, rastrear o processo. E além de coletar os dados, a gente os disponibiliza para que eles sejam usados pelo cliente na esfera gerencial”, ressalta Buzzi.
Dados em tempo real para gerenciar produção
Um dado importante para indústria hoje é o OEE, que é a taxa de aproveitamento da sua máquina (com estes dados é possível saber a produção máxima das máquinas, qual máquina produz mais e qual produz menos, se a quantidade dos produtos é satisfatória, se alguma máquina está dando prejuízo, por exemplo). “A gente consegue gerar um dado concreto em tempo real, do nível de produção da fábrica, levando em consideração paradas para manutenção, setup de máquina e outras ações e isso ajuda a gerenciar melhor a produção”, explica Buzzi.
“As indústrias não querem mais estocar material e produto acabado, o preço de estocagem reflete diretamente no valor do produto, a alternativa é fazer um controle preciso da cadeia produtiva. Então, os dados gerados pelo Smart Packing vão no detalhe e ajudam a planejar toda  esta cadeia, fornecendo dados analíticos de OEE e volume de produção. Esses dados são fundamentais e representam um dos princípios da indústria 4.0 e da manufatura flexível”, reforça Buzzi.
Layout de fábrica e mais segurança
Quando se fala em layout de fábrica, sistemas de paletização robotizados, como o Smart Packing, podem reduzir em 15% a estrutura de equipamentos no chão de fábrica. Um estudo da consultoria McKinsey sinaliza que há 30 a 50% de redução de paradas de máquina com a adoção de tecnologias 4.0. Segundo o mesmo estudo, estas tecnologias acarretam em melhorias de 15 a 30% de produtividade e aumento de 10 a 30% de capacidade de produção. A automação reduz 10 vezes o nível de problemas com qualidade, que podem minimizar danos no produto e erros no manuseio, por exemplo
Um outro ponto que também pode ser considerado um benefícios para empresas que adotam soluções tecnológicas como o Smart Packing, é em relação a saúde e segurança dos trabalhadores. Segundo a consultoria PwC, o momento é crítico para a adoção de automação colaborativa para resguardar a saúde dos colaboradores, especialmente em processo repetitivos ou de baixo valor agregado, como é o caso da armação, montagem e paletização no final de linha.
Segundo o Escritório Nacional de Estatísticas do EUA, 5,1 a cada 100 trabalhadores de armazéns sofrem de lesões ou doenças relacionadas ao trabalho por ano. Isso pode ser evitado com automação de tarefas que não agregam valor e que tenham alto risco ergonômico, como a paletização, por exemplo.
Como funciona o Smart Packing
  • Armação: robô colaborativo conectado ao software Pollux.
  • Encaixotamento: robô industrial conectado ao software Pollux.
  • Flexibilidade: aumento da produtividade e fácil adaptação de SKUs, peso de caixas e layout para sua fábrica.
  • Digitalização: software Pollux permite integração com o ERP da sua empresa.
  • Paletização: robô industrial conectado com software Pollux.
Sobre a Pollux
Fundada há 24 anos, a Pollux é uma multinacional brasileira com mais de mil projetos de tecnologia industrial implementados por toda a América. Nosso propósito é tornar a indústria 4.0 uma realidade para nossos clientes por meio de soluções completas e turnkey que integram linhas de montagem, robótica, sistemas de visão, inteligência artificial, software e veículos autônomos. Conduzimos a transformação digital nas fábricas, tornando-as mais produtivas, eficientes e inteligentes, favorecendo a competitividade em um cenário global cada vez mais acirrado.