Negócios, varejo, atacado, distribuição, marketing, lançamento de produtos.

Future Pet

Com objetivo de oferecer mais estilo, atitude e conforto aos cachorros, a Petlove, maior plataforma online para o universo pet, lança com exclusividade a marca de acessórios Future Pet. Com itens de uso diário para cachorros – como coleiras, guias, peitorais e tapete higiênico -, a nova marca chega ao mercado com a ousada missão de trazer o que o futuro tem de melhor para a relação pet-humano a valores acessíveis aos consumidores.

Para Gustavo Diament, CRO da Petlove, a estratégia de lançamento de uma marca com exclusividade é mais um diferencial para os consumidores e assinantes da empresa. “Seguimos oferecendo ainda mais benefícios às mães e pais de pets que confiam nos nossos produtos e serviços. A pré-venda de Future Pet aconteceu no início de setembro, exclusivamente para nossos assinantes – que receberam a novidade muito bem”, afirma Diament. “Com a chegada da Future Pet, teremos opções exclusivas de produtos de altíssima qualidade a valores acessíveis no mercado. Além, é claro, de serem itens funcionais, bonitos e cheios de design e inovação aos nossos clientes”, completa o executivo.

A primeira coleção da Future Pet é a Space Mission, uma linha que traz identidade visual inspirada na NASA e que vai revolucionar o mercado de coleiras, guias e peitorais. Os lançamentos pretendem facilitar o dia a dia dos pais e mães de pet por meio de tecnologia e inovação. A Space Mission já está disponível no portal da Petlove.

O mercado pet tem apresentado forte crescimento nos últimos tempos e as vendas online no segmento cresceram mais de 300% entre 2017 e 2020, segundo pesquisa da Euromonitor e EBIT. A categoria de acessórios ainda é muito pulverizada, mas a área de serviços e produtos para animais deve crescer cerca de 6,07% este ano, segundo dados do Instituto Pet Brasil. “Estamos ampliando as opções de produtos de alta qualidade para um público que deseja se diferenciar e ser representado nos produtos que selecionam para seus pets”, comenta Diament. “O Brasil é o segundo maior mercado pet do mundo, com 6,4% de participação global, as vendas ainda são muito concentradas em alimentos. Estimamos que apenas 11% das vendas totais do mercado brasileiro vem de produtos pet não alimentícios. Nos EUA, por exemplo, esse número é de aproximadamente 35%. É uma grande oportunidade para o nosso mercado, com oferta de produtos exclusivos e diferenciados”, completa.